terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Seja você!

Como eu acho difícil saber quem eu sou de verdade. Ter que lidar com pessoas diferentes, cheio de dedos com alguns para não criar confusão. Espontâneo demais com outros porque é permitido. Arredio com fulano, ressabiado com cicrano. Não sei quem devo ser em horas do dia, mas tenho a consciência de que também não há um modo certo de agir. Mas onde está o "eu mesmo"? Parece que ele se perde no mundo dos eus que tenho que ser com cada um daqueles que passam pelas horas dos meus dias. E se é difícil saber quem eu sou, imagina saber o que eu quero? Não sei! Realmente não sei. Fora que ainda tem o medo do arrependimento: e se eu escolher alguma coisa e depois perveber que a outra teria sido melhor?
Quando a dúvida cresce, tento me lembrar:
1-Vamos todos morrer mesmo.
2-Se der medo, vai com medo mesmo.
Algumas vezes ajuda, nem sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário